Aqui vai uma carta de uma pessoa não sã

Bem nosso blog geralmente não fala de nada de fora de nossa cultura /otaku/j-rock-visual kei/toku-fã etc.
Mas vou publicar isso mesmo assim,bem é uma musica que me deixa pensativo ja que sou meio...louco *alemão doido mode [on]* Bem eu me indentifico com essa musica embora seja um Rap xD Essa é uma das poucas musicas do Eminen que me fazem pensar,espero que gostem se não gostar tambem vai se fu¨%$¨%der.

Stan (feat. Eminem)

Dido



CHORUS [Dido]:

My tea's gone cold, I'm wondering why I got out of bed
at all
the morning rain clouds up my window and I can't see
at all
And even if I could it'd all be grey, but your picture
on my wall
it reminds me that it's not so bad, it's not so bad

My tea's gone cold,I'm wondering why I got out of bed
at all
the morning rain clouds up my window and I can't see
at all
And even if I could it'd all be grey, but your picture
on my wall
it reminds me that it's not so bad, it's not so bad


[Eminem]

VERSE 1:

Dear Slim, I wrote you but you still ain't callin'
I left my cell, my pager, and my home phone at the
bottom
I sent two letters back in autumn
You must not have got 'em
It probably was a problem at the post office or
somethin'

Sometimes I scribble addresses too sloppy when I jot
'em
But anyways, fuck it, what's been up man, how's your
daughter?
My girlfriend's pregnant too, I'm out to be a father
If I have a daughter, guess what I'm-a call her? I'm-a
name her Bonnie.

I read about your uncle Ronnie too, I'm sorry
I had a friend kill himself over some bitch who didn't
want him.
I know you probably hear this everyday, but I'm your
biggest fan.
I even got the underground shit that you did with
Scam.

I got a room full of your posters and your pictures,
man.
I like the shit you did with Ruckus too, that shit was
fat.
Anyways, I hope you get this man, hit me back, just to
chat
Truly yours, your biggest fan, this is Stan.



CHORUS [Dido]:

My tea's gone cold,I'm wondering why I got out of bed
at all
the morning rain clouds up my window and I can't see
at all
And even if I could it'd all be grey, but your picture
on my wall
it reminds me that it's not so bad, it's not so bad



VERSE 2:

Dear Slim, you still ain't called or wrote, I hope you
have the chance.
I ain't mad, I just think it's fucked up you don't
answer fans.
If you didn't want to talk to me outside your concert
You didn't have to
but you could have signed an autograph for Matthew.
That's my little brother, man. He's only 6 years old.
We waited in the blistering cold for you for 4 hours
and ya just said no.
That's pretty shitty man, you're like his fuckin' idol
He wants to be just like you man, he likes you more
than I do.

I ain't that mad, but I just don't like bein' lied to.
Remember when we met in Denver, you said if I write
you
You would write back. See, I'm just like you in a way.
I never knew my father neither.
He used to always cheat on my mom and beat her.

I can relate to what you're sayin' in your songs.
So when I have a shitty day, I drift away and put 'em
on.
Cause I don't really got shit else, so that shit helps
when I'm depressed.
I even got a tattoo with your name across the chest.

Sometimes I even cut myself to see how much it bleeds.
It's like adrenaline. The Pain is such a sudden rush
for me.
See, everything you say is real, and I respect you
'cause you tell it.
My girlfriend's jealous 'cause I talk about you 24/7.
But she don't know you like I know you, Slim, no one
does.
She don't know what it was like for people like us
growing up.
You've gotta call me man. I'll be the biggest fan
you'll ever lose.
Sincerely yours, Stan. PS: We should be together too.


CHORUS [Dido]:

My tea's gone cold,I'm wondering why I got out of bed
at all
the morning rain clouds up my window and I can't see
at all
And even if I could it'd all be grey, but your picture
on my wall
it reminds me that it's not so bad, it's not so bad


[Eminem]

VERSE 3:

Dear Mr. "I'm too good to call or write my fans"
This'll be the last package I ever send your ass.
It's been six months and still no word. I don't
deserve it?
I know you got my last two letters, I wrote the
addresses on 'em perfect.

So this is my cassette I'm sending you. I hope you
hear it.
I'm in the car right now. I'm doing 90 on the freeway.
Hey Slim, "I drank a fifth of vodka, ya dare me to
drive?"
You know that song by Phil Collins from "The Air In
The Night"?
About that guy who could have saved that other guy
from drowning?
But didn't? Then Phil saw it all then at his show he
found him?
That's kinda how this is. You could have rescued me
from drowning.
Now it's too late. I'm on a thousand downers now, I'm
drowsy.

And all I wanted was a lousy letter or a call.
I hope you know I ripped all o' your pictures off the
wall.
I love you Slim, we could have been together. Think
about it.
You ruined it now, I hope you can't sleep and you
dream about it.
And when you dream, I hope you can't sleep and you
scream about it.
I hope your conscious eats at you and you can't
breathe without me.
See Slim, {screaming} shut up bitch, I'm trying to
talk
Hey Slim, that's my girlfriend screaming in the trunk.
But I didn't slit her throat, I just tied her up, see
I ain't like you.
'Cause if she suffocates, she'll suffer more, and then
she'll die too.
Well, gotta go, I'm almost at the bridge now.
Oh shit, I forgot, how am I supposed to send this shit
out?

{screeching tires, crashing sounds, car splashes into
the water}


CHORUS [Dido]:

My tea's gone cold,I'm wondering why I got out of bed
at all
the morning rain clouds up my window and I can't see
at all
And even if I could it'd all be grey, but your picture
on my wall
it reminds me that it's not so bad, it's not so bad


[Eminem]

VERSE 4:

Dear Stan, I meant to write you sooner, but I've just
been busy.
You said your girlfriend's pregnant now, how far along
is she?
Look, I'm really flattered you would call your
daughter that.
And here's an autograph for your brother: I wrote it
on your Starter cap.

I'm sorry I didn't see you at the show, I must have
missed you.
Don't think I did that shit intentionally, just to
diss you.
And what's this shit you said about you like to cut
your wrists too?
I say that shit just clownin' dawg, c'mon, how fucked
up is you?
You got some issues, Stan, I think you need some
counselin'
To help your ass from bouncin' off the walls when you
get down some.

And what's this shit about us meant to be together?
That type of shit'll make me not want us to meet each
other.
I really think you and your girlfriend need each
other.
Or maybe you just need to treat her better.
I hope you get to read this letter.
I just hope it reaches you in time.
Before you hurt yourself, I think that you'd be doin'
just fine
If you'd relax a little. I'm glad that I inspire you,
but Stan
Why are you so mad? Try to understand that I do want
you as a fan.
I just don't want you to do some crazy shit.
I seen this one shit on the news a couple weeks ago
that made me sick.
Some dude was drunk and drove his car over a bridge
And had his girlfriend in the trunk and she was
pregnant with his kid
And in the car they found a tape but it didn't say who
it was to
Come to think about it...his name was...it was you.
Damn.

Refrão [dido]
Meu chá já se esfriou, me pergunto porque saí da cama
A chuva da manhã está sobre minha janela e não consigo ver nada
E mesmo que pudesse tudo estaria cinza, mas sua foto na minha parede
Isso me lembra que não é tão ruim, não é tão ruim

Refrão

[eminem]
Querido slim,
Te escrevi, mas você ainda não me respondeu
Deixei o meu celular, meu beep, e meu telefone de casa embaixo da carta
Mandei duas cartas no outono
Você não deve ter recebido
Talvez foi um problema nos correios ou algo assim
Muitas vezes escrevo os endereços muito relaxado
Mas de qualquer maneira, foda-se, como está tua filha?
Minha namorada também está grávida, vou ser pai
Se tiver uma filha, adivinhe como vou chamá-la?
Ela vai se chamar bonnie
Eu li sobre seu tio ronnie também , sinto muito
Tive um amigo que se matou, porque uma puta não o queria
Sei que você deve ouvir isso todo dia
Mas sou seu maior fã
Eu até tenho aquela merda que você fez com scam
Tenho um quarto cheio de seus posters e fotos mano
Gosto do que você fez com o rawkus também, aquilo ficou muito louco
De qualquer maneira, espero que receba isso mano, me responda, só pra conversar
Sinceramente seu, seu maior fã, eu sou o stan

Refrão

Querido slim,
Você ainda não ligou ou escreveu, espero que tenha a chance
Não estou bravo, só acho uma sacanagem você não responder aos fãs
Se você não queria falar comigo lá no seu show, você não precisava
Mas você podia ter assinado um autógrafo para o meu irmão matthew
Ele é meu irmão caçula e tem apenas seis anos de idade
Esperamos você naquele frio maldito por quatro horas e você simplesmente disse "não"
Isso é muita mancada mano, você é a porra do ídolo dele
Ele quer ser como você cara, ele gosta mais de você do que eu
Não estou tão bravo, mas não gosto que mintam para mim
Lembra de quando nos conhecemos em denver, você disse que se eu te escrevesse
Você me responderia
Vê, sou como você de uma certo modo
Nunca conheci meu pai
Ele costumava trair e bater na minha mãe
Posso me identificar com o que você diz nas suas músicas
Então quando tenho um dia ruim, eu relaxo e ponho elas pra tocar
Pois não tenho mais merda nenhuma, e essa merda me ajuda quando estou em depressão
Até tenho uma tatto com seu nome no peito
Algumas vezes até me corto para ver o quanto sangra
É como adrenalina. a dor é como uma adrenalina para mim
Tudo que você diz é verdade e te respeito, pois você diz a verdade
Minha namorada tem ciúme pois falo de você toda hora
Mas ela não te conhece como eu te conheço slim, ninguém te conhece como eu
Ela não sabe como foi para pessoas como nós crescer
Você tem que me responder. serei o maior fã que você poderá perder
Sinceramente seu, stan
Ps: devíamos ficar juntos também

Refrão

Querido senhor sou-muito-bom-para-ligar-ou-escrever-para-os-meus-fãs
Esse será meu último pacote que eu mando pra você
Se passaram 6 meses e nenhum sinal. eu não mereço
Sei que você recebeu minhas últimas duas cartas. escrevi o endereço perfeitamente bem
Então essa é meu cassete que estou te mandando. espero que você ouça
Estou no carro agora. estou a 90mph na rodovia
Hey slim, "bebi uns copos de vodka, você duvida eu dirigir ?"
Você conhece aquela música do phil collins do " in the air of the night"?
Sobre aquele cara que podia ter salvo aquele outro cara de se afogar?
Mas não fez isso? aí phil viu tudo, aí num show ele o achou
O meu caso é parecido. você poderia ter me salvo pra eu não me afogar
Agora é muito tarde. estou muito longe agora, estou sonolento
Tudo que queria era apenas uma carta ou uma ligação
Espero que saiba que rasguei todas sua fotos da parede
Eu te amo slim, podíamos ter ficado juntos. pense nisso
Você arruinou tudo agora. espero que você não consiga dormir, e sonhe com isso
E quando sonhar, espero que não consiga dormir, e grite
Espero que sua consciência te possua e você não consiga respirarsem mim
Tá vendo slim, cala boca puta! estou tentando falar!
Hey slim, essa é minha namorada gritando lá no porta malas
Mas eu não cortei sua garganta, só a amarrei, não sou como você
Pois se ela se sufocar, vai sofrer mais, e morrerá também
Bom, tenho que ir, estou quase na ponte
Oh droga, me esqueci, como vou mandar isso pra você?
{*pneus fazendo barulho*} {*batendo*}{*um silêncio*} {*carro caindo água*}

Refrão

Querido stan,
Queria ter te escrito antes, mas estive ocupado
Você disse que sua namorada está grávida agora, de quanto tempo?
Olha, estou muito orgulhoso por você querer chamar sua filha assim
E aqui está o autógrafo para seu irmão, eu escrevi no boné da starter
Sinto muito não ter te visto no show, não devo ter te visto
Não pense que fiz isso por querer, para te chatear
E as merdas que você disse que você gosta de cortar seus pulsos também?
Eu falo essas merdas só zoando mano, como você pode fazer isso?
Você tem alguns problemas stan, acho que você precisa de ajuda
Para te ajudar quando você estiver mal
E sobre nós ficarmos juntos?
Isso me faz desistir de nos encontrarmos
Acho que você e sua namorada se precisam
Ou você precise tratá-la melhor
Espero que leia essa carta
Espero que essa carta chegue a tempo antes que você se machuque
Acho que você estará bem se você relaxar um pouco
Fico feliz por te inspirar
Mas stan, por quê você está tão bravo?
Tente entender, que te quero como fã
Não quero que você faça loucuras
Vi algo no noticiário, alguns dias atrás que me deixou mal
Um cara estava bêbado e jogou o carro sobre uma ponte
E tava com sua namorada no porta malas, e ela estava grávida dele
E no carro eles encontraram uma fita mas não disseram de quem era
Pensando bem... o nome dele era... era você
Droga!

Reações: 

Para compensar...

Bem ja que Mikaru andou sumida e eu estou sem inspiração nem uma para desenhar ela,vou postar alguns desenhos meus por aqui,espero que gostem.










Reações: 

Super Mario Bros. 3 é lançado para NES

O encanador gorducho da Nintendo está de volta - e melhor do que nunca!

Quantas pessoas não ficaram ansiosas para jogar Mario 3 depois que assistiram o filme O Rei do Videogame (The Wizard)?
O novo grande sucesso da Big N tem excelentes gráficos, incrível jogabilidade e uma trilha sonora jamais vista.

O game traz inúmeras novidades, como as transformações do Mario (sapo, guaxinim, etc) e os itens (como a flauta, que lhe transporta para outro mundo). Por mais que seja simples, o bonus game de Mario 3 é divertidíssimo.

O jogo ainda possui o "Battle Mode", onde o player one e o player two matam diversos inimigos (como Goombas, Koopa Troopas e outros) e... se matam! O objetivo do Battle Mode é ter mais moedas do que o seu adversário ou matá-lo primeiro. Digno de boa diversão.

Super Mario Bros. 3 será lançado no dia 23 de outubro de 1988 no Japão. O Mega Drive, da concorrente Sega, que se cuide. Mario 3 tem tudo para se tornar um clássico dos videogames.

Aqui vão as imagens do jogo!

A primeira tela.










O Battle Mode.








ノシ。

Reações: 

Jovem taca fogo em mobília e apaga com gato

É isso mesmo o que você leu. O psicopata da reportagem abaixo foi pego apagando o fogo de sua casa usando um pobre gato indefeso. Confira no No~Reason com exclusividade.













brinks, rere.

Reações: 

Pra quem gosta de videos tosco...

eis aqui o pai das tosquices literalmente Dad

Reações: 

É isso mesmo... Não foi ele, fui eu, o Demônio.

MWHAHAHAHAHAHA!

666 ACESSOS NO BLOG!

É isso mesmo... Não foi ele, fui eu, o Demônio.

Esse é bão, rapá!

Reações: 

Abdução em goias...

Este é o relato dele, e abaixo temos também as fotos tiradas no local. Vale a pena ler e ver os detalhes, será que a história é verídica?

Relato:
Eu estava passando o fim de semana com amigos na minha Fazenda.

Eram 20:00h, como estava me sentindo cansado, resolvi ir deitar, me despedi do pessoal e fui para o meu quarto, sempre costumo ler alguma coisa antes de dormir, peguei um livro e me deitei, depois de ter trocado a roupa por um pijama; mal comecei a lê-lo, ouvi um ruído semelhante a pedras atiradas no telhado, pensei que estava chovendo, mas logo cessou.

Voltei ao livro e algo no teto me chamou à atenção; vi uma estranha luz azulada que em questão de segundos se transformou num forte feixe luminoso que me envolveu povocando um calor insuportável, senti que estava flutuando e não vi mais nada.

Quando acordei, sem noção do tempo decorrido e atordoado, percebi que estava deitado em uma espécie de maca. Num ambiente totalmente desconhecido e arrodeado por pequenas e estranhas criaturas que me observavam atentamente.

Pensei que estava sonhando, me belisquei e senti dor, constatei que estava acordado e lúcido. Procurei me acalmar. Voltei minha atenção para os pequenos seres com pele cinzenta, cabeças grandes, olhos enormes e repuchados, bocas pequenas e finas, sem narizes, pernas e braços finos, mãos com quatro dedos longos e finos tambem, em posição de prece como um "louva-deus".

Conversavam entre si emitindo uma espécie de zumbido. Mas um deles de pele cor de rosa que parecia ser o chefe, começou a se comunicar comigo mentalmente, não sei como, mas eu conseguia entendê-lo, ele pediu que eu ficasse calmo, pois nada de mal me sucederia. Durante esse tempo, eles bebiam um misterioso líquido num recipiente cônico.

Me ofereceram, bebi um pouco para não ser descortês, tinha um sabor indefinido, mas em segundos senti uma sensação de relaxamento. E observei que eles ficavam mais eufóricos aumentavam os zumbidos e flutuavam no interior da nave desafiando a Lei da Gravidade, para em seguida se esborracharem no piso, derrubando uma série de instrumentos e aparelhos. Situação cômica - pensei - dever ser o Red Bull deles!

Nisso, o ser cor de rosa, me informou que fariam uma série de exames em mim. Senti medo, pensei que iria morrer e comecei a orar.

Sem anestesia e nenhum sedativo deram inicio aos procedimentos. Extrairam amostras de sangue, esperma, saliva, pedaços de pele e unhas, fios de cabelos. Depois um deles se aproximou com uma espécie de sonda; e foi nesse momento que percebi que estava totalmente nu. Em seguida ele tentou introduzir aquele negócio enorme no meu ânus, dei um pulo da maca e resisti heróicamente distribuindo socos e pontapés, pois eles tentavam me dominar à força.

Minha reação os deixou desconcertados. Acabaram desistindo da idéia e o ser cor de rosa me prometeu que não faria esse exame se eu voltasse pra maca. Desconfiado, retornei. O próximo passo foi introduzirem um cano fino metálico no meu nariz, o que muito me incomodou provocando falta de ar e sensação de vômitos e implataram três microchips no meu testículo direito. Não senti nenhuma dor.

Eu me sentia uma cobaia, felizmente, fui informado que tudo havia terminado. Devolveram meu pijama e minhas cuecas que vesti rapidamente. Mais calmo, olhei em redor tentando gravar mentalmente detalhes do local iluminado por uma suave luz azulada que parecia irradiar de todo o recinto. Vi algumas alavancas e uma série de aparelhos desconhecidos e um mapa estelar luminoso.

Os cinzentos sairam da sala, só ficando comigo o ser cor de rosa que me tranquilizou após uma longa conversa sobre diversos assuntos que prefiro omitir. E me garantiu que eu voltaria para casa. Relaxei um pouco e dormi. Quando eu acordei estava deitado perto de uma estrada, não muito distante da Fazenda.

Pedi ajuda a uma pessoa que me levou de volta pra casa. Fui informado depois que 28 pessoas tinham testemunhado o rapto entre convidados e empregados que me contaram mais detalhes. Esse fato foi divulgado pela imprensa nacional e internacional.

Reações: 

"Aula" de Japonês - 02

Voltei.

Bom, a postagem de hoje não vai ser bem uma "aula", mas sim, um tutorial de como escrever em Japonês no seu PC normalmente.

Siga as instruções abaixo e você poderá escrever em Nihongo com extrema facilidade!

Passo 1: Fazer o download do arquivo "pacote_de_idiomas.rar"
Eu upei esse arquivo no 4shared. O arquivo não é muito pesado e está livre de vírus e spywares.

Passo 2: Extrair o arquivo
Extraia o arquivo baixado em qualquer lugar (Desktop, Meus documentos, Disco local (C:\), etc).

Passo 3: Siga a seqüência abaixo
Clique no menu Iniciar e depois em Painel de controle. Após isso, clique em Opções regionais e de idioma e em seguida clique em Idiomas. Selecione Instalar arquivos para idiomas do Leste Asiático. Irá aparecer uma mensagem dizendo "Instalar suporte a idioma complementar". Clique em OK e depois em OK novamente.

Outra mensagem irá aparecer - é a mensagem do CD do Windows. Vá em Procurar, procure a pasta extraída e selecione o arquivo. Procure novamente e selecione o arquivo.
Após isso, reinicie o computador.

Passo 4: Finalizando
Agora você está a um passo de escrever em Japonês no seu próprio PC.

Vá ao Painel de controle, clique em Opções regionais e de idioma e logo em seguida em Idiomas. Clique em Detalhes e em seguida em Adicionar. Selecione o idioma Japonês e clique em OK. Após isso, clique em Avançado e selecione a opção Estender suporte a serviços de texto avançados a todos os programas.

Reinicie o PC se for necessário.

Pronto! Agora você pode digitar em Japonês tranqüilamente.

ノシ。

Reações: 

10 maneiras de bloquear pessoas no MSN com estilo

Pois é, sabe aquelas pessoas chatas que fazem questão de encher o seu saco no MSN? Você quer bloquear essas pessoas, mas quer bloquear com estilo? Hoje, No~Reason apresenta dez maneiras de bloquear qualquer pessoa com estilo!

1) Cagadinha
Você: Hey, você vai sair agora?
Noob: Não.
Você: Ah, então agüenta aí que eu vou dar uma cagadinha e já volto.
/block

2) Pai
Você: Peraí, já volto, o meu pai tá me batendo.
/block

3) Rede Globo
Você: Atenção seu corno da Rede Globo para o bloqueamento de cinco segundos.
5... 4... 3... 2... 1.
MSN - A gente NÃO se vê por aqui!
/block

4) Central de Atendimento
Você: Bem-vindo à Central de Atendimento do MSN do Fulano. Esta conversa está sendo gravada para a sua segurança. Por favor, continue na linha. A sua ligação é muito importante para nós.
Tecle 1 para ser xingado e bloqueado;
Tecle 2 para ser xingado, floodado e bloqueado;
Tecle 3 para ser xingado, floodado, ownado e bloqueado;
Tecle 4 para levar o Combo do Akuma;
Tecle 5 para levar um Kame-Hame-Ha;
Tecle 6 para levar um Shoryuken;
Tecle 7 para levar um GT Crash;
Tecle 8 para levar um Plasma Shoot;
Tecle 9 para levar um tiro de V-Turbo Bazooka;
Tecle 0 para voltar ao menu principal.
A Fulano Corporation agradece a sua ligação!
/block

5) Cachorro-quente
Você: Cara, espera aí que o meu cachorro tá pegando fogo. Já volto.
/block

6) Gato chocando
Você: Hey, o meu gato tá botando ovo. Vou lá ver como ele tá e volto em um segundo.
/block

7) Brincadeira do "Block"
Você: Hey, tá sabendo da nova brincadeira na Internet?
Noob: Não.
Você: É uma brincadeira bem simples... Se chama "Brincadeira do Block"!
Noob: Hein?
Você: Você entra no MSN, encontra uma pessoa chata e... BLOCK!
/block

8) "O que você está fazendo
?"
Noob: O que você tá fazendo?
Você: Bloqueando você.
/block

9) Vencedor
Você: Parabéns, você acaba de ser bloqueado! Palmas, palmas para o nosso vencedor!
[insert som emotivo: aplausos]
/block

10) Reforma
Você: O meu quarto está em reforma e estão trocando as janelas. Vou desligar o PC, ok?
/block

Pronto, agora você pode bloquear com estilo!

ノシ。

Reações: 

Semana:Materias sobre Et's


OVNI Gigante sobre Dois Continentes

por James Oberg, publicado em janeiro de 1983 na FATE Magazine

Aparição aérea desencadeia pânico nas ruas, temores de ataques nucleares e relatos de pousos de extraterrestres.

Uma das mais espetaculares e amplamente testemunhadas aparições de OVNI em tempos recentes ocorreu na tarde de sábado, 14 de junho de 1980. Em sua primeira fase foi largamente vista na Rússia central; o ufologista soviético Feliks Zigel foi subseqüentemente capaz de preparar um relatório baseado em entrevistas detalhadas com 40 testemunhas oculares. Em sua segunda fase o OVNI apareceu uma hora depois sobre a América do Sul (em torno de 7 horas da noite, horário da Argentina) onde ele foi visto em cinco países e fotografado no céu ocidental perto da Lua; este evento foi grandemente divulgado nos Estados Unidos e ocupou duas páginas de uma análise International UFO Reporter alguns meses depois. Uma terceira fase não-confirmada ocorreu perto de Morocco.

Existem várias testemunhas oculares altamente qualificadas para este evento. Elas incluem pilotos de aviões, fotógrafos de jornais, oficiais militares reformados e investigadores UFO experientes. Fotografias mostram o OVNI junto com objetos mensuráveis de calibração como a Lua ou características identificáveis no horizonte. Efeitos fisiológicos e avistamentos de ocupantes de pequenas "naves de escolta" estão registrados em Moscou. Gordon Creighton, um consultor sênior do respeitado Flying Saucer Review, chamou o caso de "certamente um dos mais fascinantes já produzidos em qualquer lugar no mundo". J. Allen Hynek do Center for UFO Studies (CUFOS) definiu a fase argentina "uma das mais fantásticas em anos". E o investigador-chefe CUFOS Allan Hendry escreveu que "a natureza exata deste caso permanece um mistério".

Os relatos soviéticos, que apareceram em várias publicações ocidentais graças aos esforços do free-lance de Los Angeles Henry Gris, falam de um objeto "enorme" (com mais de 120 metros de largura), laranja avermelhado "em forma de ferradura ou meia-lua" visto seqüencialmente em Kalinin, Moscou, Ryazan, Gorkiy e Kazan. De acordo com o ufólogo Aleksey Zolotov, ele mesmo uma testemunha, muitos aviões da força aérea soviética foram mandados para interceptar o OVNI. Em Moscou Feliks Zigel observou pânico nas ruas enquanto mulheres idosas pranteavam sobre o Dia do Julgamento e homens direcionavam as pessoas para abrigos antiaéreos em face de um aparente ataque nuclear americano. Em Gorkiy, vacas mugiam e patos se agitavam freneticamente nas margens do Volga.

Outro perito UFO soviético destacado, Sergey Bozhich, que viu o OVNI de seu apartamento no subúrbio moscovita de Toshino, lembrou-se de que "foi um avistamento verdadeiramente aterrorizante, eu imediatamente percebi que o crescente avermelhado tinha que ser uma espaçonave extraterrestre, porque eu já tenho estudado OVNIs por muitos anos e já vi OVNIs similares a este".

A pesquisa de Zigel revelou dois encontros imediatos do terceiro grau. Um veio do tenente-coronel Oleg Karyakin que viu o disco voador sobrevoar a rua na frente de sua casa naquela noite; um vizinho posteriormente descreveu "uma figura humana, bem pequena e vestida em um traje espacial, dentro da cúpula transparente do disco". No segundo, o diretor de televisão Aleksandr Koreshkov foi acordado do sono por um "objeto" barulhento na rua. Perto dele ele viu "um homem muito pequeno". Sua esposa posteriormente também acordou para encontrar grandes marcas de queimadura vermelhas em seus braços; elas desapareceram pela manhã. Gordon Creighton escreveria que esses relatos indicavam "de forma convincente que algumas naves pequenas do OVNI gigante realmente pousaram nas ruas da capital russa".

Os relatos sul-americanos, embora menos sensacionais, foram ainda mais amplos. "Tantas cidades em uma área englobando cinco países - incluindo a Argentina, Uruguai, Brasil, Chile e Paraguai - reportaram ter visto o mesmo tipo de 'OVNI' que o tratamento inicial da imprensa falava de uma 'frota de OVNIs", notou o relatório de Hendry para o CUFOS. "Em retrospecto um único fenômeno em grande altitude parece estar por trás de tudo".

Os pilotos e o pessoal da torre de controle no aeroporto Newbery em Buenos Aires relataram o objeto flutuando a um quilômetro do aeroporto. No aeroporto de Ezezia os controladores disseram que eles podiam ver o OVNI como um ponto na tela do radar. Em Cordoba o objeto pareceu decolar da pista do aeroporto e disparar a 25.000 pés. Uma "massa voadora circular" perseguiu uma família dirigindo para casa de uma visita a Córdoba. Eles levaram o carro para o acostamento e pararam. O OVNI desceu em direção deles "com movimentos verticais e circulares deixando uma trilha brilhante de fumaça esbranquiçada" - e então desapareceu na frente de seus olhos.

Em Corrientes o repórter Omar Vallejos viu o OVNI "flutuando sobre o rio Prana - e então, como se tivesse nos visto, ele começou a se mover para norte e desapareceu".

Descrições visuais foram geralmente consistentes. "Parecia como a lua cheia mas mais fraco", um piloto disse, "e era rodeado por uma espécie de auréola". No campo Newbery um controlador chamou o OVNI de "um tipo de esfera que era tênue no meio e mais brilhante nas extremidades". Duas fotografias, publicadas no tablóide "Star" em 19 de agosto de 1980 mostram uma tênue nuvem em forma de "rosquinha".

O dr. Willy Smith, um pesquisador CUFOS especializado em relatos sul-americanos, concluiu que a nuvem-OVNI estava a uma altitude de "200 a 300 quilômetros" com uma velocidade de "um a dois quilômetros por segundo, e isso é muito confiável".

Essas descrições de "auréola-esfumaçada" levaram Hendry a suspeitar de um experimento de liberação de nuvem de bário a grandes altitudes, como os freqüentemente conduzidos pela NASA para investigar condições ionosféricas e regularmente relatados como OVNIs. (Felizmente, eles estão entre os mais fáceis para os investigadores de identificar). Mas não havia tais sondas ionosféricas registradas para este caso. Além disso, Hendry escreveu, "O que torna isto incomum são as alegações de movimento rápido pelo céu - especialmente rápido dada a grande altitude".

Embora os relatos sul-americano tenham sido publicados na época em que ocorreram, não foi antes de maio de 1981 que Henry Gris obteve informação da fase russa do caso. Sua história, baseada em uma viagem pessoal à USSR e encontros com ufologistas lá, apareceram no National Enquirer em 7 de julho de 1981, e de forma expandida na revista italiana Gente algumas semanas depois; a última foi a fonte de um destaque em janeiro de 1982 da Flying Saucer Review. Embora Gris soubesse da fase sul-americana - de fato ele foi o primeiro pesquisador UFO conhecido a conectar as duas fases - ele não mencionou isto em seus artigos na época ou depois.

Intrigado pela natureza global do caso, eu enviei uma carta a duas dezenas de especialistas em 30 de setembro de 1981.

"Notem que as duas regiões estão conectadas por um grande círculo que está inclinado ao equador a aproximadamente 65 graus", eu escrevi, "Se a nuvem estava associada a um objeto em órbita terrestre, ela deveria ter levado em torno de uma hora para atravessar a distância da Rússia à Argentina - e estranhamente este é aproximadamente o diferencial de tempo ... Eu ressalto que 63 graus (adicione ou subtraia alguns graus) é a inclinação orbital associada quase exclusivamente com espaçonaves militares soviéticas". As aparições em ambos países podem ter sido iluminadas pelo Sol, não necessariamente com luz própria, porque a grandes altitudes as nuvens ainda estavam iluminadas pelo Sol. Foi pouco tempo depois do pôr-do-sol na Argentina (por uma hora e 20 minutos) e foi durante a época do "sol da meia-noite" no norte da Rússia, quando o Sol está um pouco abaixo o horizonte norte através da noite.

Uma interessante resposta veio do dr. David R. Squires da Smithsonian Institution's Scientific Event Alert Network (o successor do Center for Short-Lived Phenomena). Ele escreveu "Eu observei um fenômeno similar anos atrás quando eu estava trabalhando na estação Smithsoniana de rastreamento de satélite em Woomera, Austrália [em 1967-69]. Esta nuvem particular estava associada a um satélite americano que havia acabado de ser lançado em órbita terrestre do Cabo Kennedy. Nós havíamos preparado uma câmera Baker-Nunn para fotografar o satélite quando ele não apenas apareceu como esta impressionante nuvem acompanhou a carga como se ela estivesse acoplada bem atrás dela. Outros na estação lembram ter visto uma relação similar satélite-nuvem dois anos antes dessa, e foi ainda mais impressionante porque o próprio satélite era visível a olho nu. De seu ponto de observação a nuvem parecia envolver o satélite enquanto ele viajava pelo céu".

Outra contribuição veio de James Cornell, relações públicas do Centro para Astrofísica (anteriormente o Smithsonian Astrophysics Laboratory) em Cambridge, Mass. Seu circular Centerline tinha publicado uma série memorável de fotografias da queima de "injeção translunar" da Apollo-8 quando ele deixou sua órbita estacionária e dirigiu-se para a primeira viagem da humanidade à lua em dezembro de 1968. As fotos, tiradas por uma estação de observação Smithsoniana no Havaí pouco antes do amanhecer no horário local, mostrou uma memorável seqüência de formas e nuvens à medida que o foguete foi ativado e então desativado. outra série de fotografias mostrou os terceiros estágios Saturno bem longe no espaço, expelindo grandes nuvens de propelente excedente em 1969.

O dr. Patrick S. Osmer, diretor do Observatório Inter-Americano em Cerro Tololo, Chile, forneceu um caminho ainda mais valioso. Ele não tinha dados sobre o evento de 14 de junho mas escreveu "Nós tivemos um evento proeminente visto de Tololo em 12 de fevereiro aproximadamente às 2:00 horas UT [Universal Time]. Foi uma nuvem verde luminosa de apreciável extensão angular que flutuou pelo céu -. Tais nuvens são vistas aqui de tempos em tempos.

Assim com a hipótese de satélite aparentemente sendo um caminho promissor, eu fiz uma lista de lançamentos espaciais que ocorreram em torno de 14 de junho (a nuvem sinalizava um evento relativamente novo, recente) e escrevi para o NASA Goddard Space Flight Center em Greenbelt, Md,, por dados de rastreamento dos quais eu pudesse extrair a hora de lançamento e a trajetória real através da face da Terra buscando vários objetos candidatos e seus boosters. Eu esperava que um deles iria corresponder ao tempo e direção do hipotético "satélite-nuvem" russo-argentino.

Um correspondeu: o soviético "Kosmos-1188", lançado de Plesetsk em torno de 11:55 da noite em 14 de junho (a testemunhas ocular Bozhich notou a hora exata de desaparecimento de seu OVNI vermelho crescente como "11:58 da noite", depois de alguns minutos de observação), tinha voado através da América do Sul uma hora depois. Foi um momento de regozijo quando meu plotter dirigido por computador desenhou sua linha de rastro bem sobre os locais de avistamento de OVNI. E a inclinação orbital era exatamente 62.8 graus, muito próximo da minha estimativa original de 65 graus.

A estimativa de Willy Smith, baseada apenas na análise detalhada de relatos de testemunhas oculares, errou por um fator de quatro vezes menos - mas isto não é ruim e foi o trabalho mais acurado feito até aquele ponto. Já que há uma relação linear entre alcance e velocidade absoluta, multiplicando a velocidade estimada de Smith por um fator de quatro nós dá uma escala de quatro a oito quilômetros por segundo. A velocidade real do satélite era um pouco mais de sete quilômetros por segundo - exatamente dentro da escala ajustada que Smith havia calculado.

Enquanto isso um fio de mistério aparentemente independente estava prestes a ser trançado na grande tapeçaria da solução. Smith havia informado para mim que ainda outro OVNI de "auréola esfumaçada" havia sido visto e fotografado na tarde de sábado, 31 de outubro de 1981. De acordo com a história (que foi destaque em duas edições do boletim APRO), o OVNI foi visto em três províncias argentinas e em Arica, Chile, às 9 horas da noite. No Observatório Felix Aguilar um oficial disse que o OVNI (com a "clássica" forma de um "disco voador") cruzou o céu a uma grande taxa de velocidade, deixou uma trilha luminosa e cintilante e desapareceu no noroeste. Os operadores da torre de controle e pilotos de aviões o observaram apavorados; em Córdoba observadores estimaram que estaria em torno de 600 pés do chão [quase 200 metros]. Sete escaladores de montanha observaram o OVNI a duas ou três milhas de distância [em torno de 3 a 5 quilômetros] que "iluminou toda a área" e enervou as testemunhas enquanto elas foram pegas por seu brilho.

O astrônomo dr. Terry Oswalt (que fotografou o OVNI "nuvem verde" de Cerro Tololo e está agora na equipe da Universidade Estadual de Ohio) mandou-me recortes de jornais locais reportando o avistamento de 11 de fevereiro de 1980. Havia os usuais relatos de luzes brilhantes, com a forma aproximada de letra "A" ou uma estrela com raios irradiando para fora; também notável foi um relato de uma aterrorizante volta montanha abaixo ocasionada pelo medo de um motorista de ônibus de que o disco voador estivesse perseguindo-o. Uma jovem chamada Ximena Sabay relatou que múltiplas pessoas testemunharam interferência em suas televisões causadas pela presença do OVNI.

O próprio Oswalt descreveu o OVNI de detalhadas entradas em seu diário. Embora houvesse a grande e turva nuvem associada com a aparição, a mais brilhantes característica não era a nuvem mas um conjunto de estruturas alojadas em forma de V que se moviam para o norte da direção da ponta do "V". Na ponta do "V" mais externo estava um objeto amarelo brilhante.

Surpreso pelas similaridades dessas aparições à descrita no caso de 14 de junho, eu novamente chequei os registros de lançamentos de veículos espaciais. Eu fiquei maravilhado ao descobrir que todos os três casos se correlacionavam com lançamentos de satélites do programa Kosmos - particularmente com a subclasse relativamente infreqüente consistindo de veículos de "Early Warning" (EW) [Aviso Prévio]. Cada avistamento sul-americano ocorreu a um pouco mais de uma hora o lançamento de um satélite EW de Plesetsk. Não poderia ser uma coincidência. Kosmos-1164 foi lançado às 00:56 UT em 12 de fevereiro de 1980, e a nuvem verde e estrela amarela de Cerro Tololo apareceu às 2:00 UT (10:00 PM horário do Chile); Kosmos-1188 foi lançado às 20:55 UT em 14 de junho de 1980, e foi visto sobre a América do Sul pouco depois das 3:00 PM horário da Argentina (22:00 UT); e Kosmos-1317 foi lançado às 22:48 UT em 31 de outubro de 1981, e foi visto sobre a Argentina pouco depois das 9:00 PM (meia-noite UT).

A seqüência deste tipo de lançamento espacial funciona assim: O booster de quatro estágios "Molnya" decola do oficialmente não reconhecido "Cosmódromo Norte" perto de Plesetsk, com mais de um milhão de libras de empuxo de seus 20 motores (os motores estão agrupados em quartetos no núcleo central e em quatro boosters paralelos acoplados). Depois de vários minutos os quatro boosters caem enquanto o núcleo central continua em vôo (isto é chamado "segundo estágio"). Alguns minutos depois o núcleo exaure seu combustível e se afasta enquanto um terceiro estágio menor carrega a seção superior de oito tonelada e três partes em uma órbita estacionária baixa, e então cai. Voando ao lado, o veículo orbital é pilotado por uma unidade chamada a "plataforma de lançamento" que aponta a montagem na direção certa. O satélite cruza a Mongólia, China, as Filipinas e a Austrália central, então corta o extremo sul do Pacífico antes de se desviar ao norte longe da costa do Chile.

Uma hora depois do lançamento, a uma altitude de 400 milhas [650 quilômetros] sobre o hemisfério sul, um quarto estágio entra em ignição, deixando a "plataforma" para trás e empurrando a si mesmo e à carga de fato em uma órbita ainda mais alta que é lançada a mais de 20.000 milhas sobre o hemisfério norte. Lá o satélite torna-se parte de uma rede que vigia os lançamentos de mísseis americanos e transmite dados de rastreamento em tempo-real aos quartéis generais militares soviéticos.

Os múltiplos rastros de fumaça de lançamento, iluminados por trás por raios de sol avermelhados do sol da meia-noite facilmente explicam o que foi visto sobre a Rússia. De fato, o próprio Bozhich descreveu como o OVNI de 14 de junho era "extraordinariamente similar ao que voou sobre Petrozavodsk na noite de 20 de setembro de 1977" - o infame "OVNI gelatinoso" que foi conclusivamente provado como sendo causado pelo lançamento antes do amanhecer de um Kosmos-955 de Plesetsk do mesmo tipo de booster usado em satélites EW.

O próximo problema era identificar qual peça do veículo de lançamento EW é responsável pela nuvem sul-americana: o terceiro estágio exaurido, a plataforma de lançamento, o quarto estágio ou a própria carga. Significativamente, as três nuvens observadas estavam dentro de lançamentos EW, mesmo que haja muito mais lançamentos do tipo de satélites de comunicação Molniya - e eles seguem uma seqüência de lançamento quase idêntica a dos veículos EW. A única diferença é que nos satélites Molniya a queima do quarto estágio é realizada mais cedo (i.e., 2.000 milhas mais a oeste) na órbita estacionária. A diferença não afeta o comportamento do terceiro estágio já descartado, assim esse candidato pode ser eliminado porque sua trajetória não pode explicar as diferenças observadas entre missões Molniya e EW. Enquanto isso, a plataforma de lançamento e carga provavelmente não carrega propelente em excesso em quantidade suficiente para formar tal tipo de nuvem visível. Assim por eliminação o único suspeito restante é o quarto estágio.

Isso faz sentido já que um lançamento EW estará exatamente completando a queima de seu quarto estágio quando ele passa sobre a costa sul-americana. A nuvem pode se formar imediatamente depois da queima se completar e posteriormente se dissiparia.

O avistamento brasileiro do evento de 14 de junho corrobora esta interpretação. Quatro professores de matemática estavam acampando perto de Aruana, nas margens do rio Arquaia, quando eles viram a nuvem. Em contraste com os avistamentos argentinos, nos quais o objeto transitou pelo céu em minutos (o veículo ainda estava em uma órbita baixa e rápida), os brasileiros viram a nuvem desvanecer no nordeste depois de quase meia hora de observação. Cálculos mostram que o estágio superior em sua órbita ascendente e desacelerada ficaria de fato sobre o horizonte por essa duração quando visto desse local, o mais ao norte das testemunhas relatadas.

Mesmo assim a natureza exata da nuvem não foi estabelecida de forma conclusiva. A teoria de "descarga" permanece apenas uma teoria. As fotografias "Moonwatch" (o programa de observação do espaço levado a cabo pelo Smithsonian em 1957-1975) de boosters S4B Apollo presos à órbita lunar e continuamente em descarga mostram seja nuvens marcadamente assimétricas ou esferas uniformes que parecem mais brilhantes no centro; a nuvem Kosmos-1188 era bem simétrica e era mais brilhante perto da ponta exterior.

Além disso, o tamanho da nuvem Kosmos-1188 (conhecido das fotografias a 1 1/2 graus, a uma distância computada de 1600-2000 quilômetros) era de aproximadamente 30 milhas [50 Km] menos de 10 minutos depois que o estágio parou de queimar. Isto implica uma taxa de expansão de pelo menos 200 mph [90 m/s] e possivelmente muitas vezes maior, um tanto maior que as taxas de expansão das nuvens S-4B vistas pelo "Moonwatch". Isto, ao lado da natureza evidentemente fina da ponta da nuvem, sugere um breve tipo de evento explosivo cuja natureza exata permanece indeterminada. A conexão entre as nuvens aos lançamentos EW entretanto é esmagadoramente persuasiva.

Depois da queima do quarto estágio a carga do Kosmos-EW e o quarto estágio exaurido (e em descarga) dirigiram-se para cima e para o nordeste pela Amazônia e sobre o Atlântico norte. Fotos hemisféricas de satélite mostram que a costa norte da América do Sul estava na penumbra (assim como áreas povoadas do Peru e Equador), eliminando a possibilidade de relatos de OVNI desses locais.

Mas relatos não confirmados alegam que um OVNI foi visto naquela noite em Morocco onde o tempo estava limpo. Cálculos mostram que o Kosmos-EW e material associado estaria iluminado por todo o intervalo de tempo em questão; ele teria ascendido no oeste às 22:16 UT (Morocco está exatamente no Universal Time, assim seria 10:16 PM), derivado para noroeste e alcançado meio-caminho ao zênite às 22:30, então se movido geralmente horizontalmente até que chegasse ao norte às 22:50. Então o alcance seria maior que 8.000 milhas [13.000 Km] e a nuvem teria se dispersado completamente.

Por que o repentino assalto deste tipo essencialmente novo de estímulo OVNI sobre a América do Sul? Escrevendo no início de 1982, o perito em operações espaciais soviéticas Nicholas L. Johnson notou: "Durante os últimos dois anos, a rede de satélites de aviso prévio [EW] passou por uma transformação dinâmica de um programa experimental, inicial para uma constelação operacional quase completa (rede orbital). Embora o programa tivesse começado em 1972, não foi antes de 1980 que haveriam mais de três satélites operacionais ao mesmo tempo."

Os números de lançamentos contam a mesma história: houveram seis lançamentos EW em 1981 e seis outros em 1980; antes disso houveram apenas dois por ano em 1979, 1978 e 1977.

A uma altitude de 400 milhas [650 Km], onde a queima do último estágio ocorre, os veículos teriam sido iluminados pelo sol por pouco mais de duas horas depois do pôr-do-sol local ou antes do nascer do sol local para observadores diretamente abaixo deles. Tomando um gráfico do nascer e pôr-do-sol através do ano em Buenos Aires, adicionando uma margem de duas horas de aurora (um pouco mais no verão) e traçando os vôos reais Kosmos-EW de 1972 ao presente, nós descobrimos que apenas dois recaem nessa faixa de visibilidade: Kosmos-1188 em 14 de junho de 1980 e Kosmos-1317 em 31 de outubro de 1981. Ambos causaram relatos de OVNI.

O Kosmos-1164 (12 de fevereiro de 1980 UT; 11 de fevereiro no Chile) estava perto do limite - e talvez devesse recair nele por causa dos efeitos do "sol da meia-noite"; mas sua presença parece conectada primariamente com o fato de que foi um fracasso (ele aparentemente não alcançou a órbita alta pretendida), provavelmente devido a uma queima de foguete atrasada e mal dirigida. As chamas de foguete causaram relatos de OVNI nesse caso, embora queimas Kosmos-EW normais ocorram baixo no céu ocidental como visto do Chile. Significativamente, a chama foi relatada como amarela, a cor que os propelentes dos boosters assumem quando queimados.

O gráfico de sobrevôos versus aurora mostra que apenas 10 por cento dos lançamentos Kosmos-EW recaem dentro da faixa de visibilidade. A uma taxa de lançamento de seis ao ano isso resulta em aproximadamente uma nuvem visível a cada ano e seis meses em média - e de fato as duas nuvens OVNI maiores foram vistas com 16 meses de diferença. Isto também significa que novos avistamentos estão destinados a ocorrer nos próximos anos. Mas talvez dessa vez eles não ocasionem medo e confusão mas sejam apreciados como um efeito colateral maravilhoso das atividades espaciais da humanidade.

Este tipo de OVI (Objeto Voador Identificado) Kosmos-EW é relevante aos estudos OVNI em geral?

Eu penso que sim. Em primeiro lugar, obviamente, é óbvio que casos de OVNI estrangeiros freqüentemente sejam publicados sem pesquisa adequada e as testemunhas freqüentemente se enganam ao relatar movimento, tempo e aparência.

Outro grande fator é que há excessivos relatos de OVNI para ser levados em conta por uma pequena quantidade de investigadores em tempo parcial qualificados. Como uma conseqüência muitos OVNIs devem continuar não-identificados simplesmente pela falta de uma investigação imediata, comprometida e bem-versada. A existência de uma grande variedade de fenômenos prosaicos que podem ser confundidos com OVNIs requer estudo por um número correspondentemente grande de especialistas. (Minha especialização, por exemplo, são operações orbitais e o programa espacial soviético, assim eu comecei minha pesquisa com uma distinta vantagem). Estes especialistas geralmente não estão nem disponíveis nem dispostos a aplicar seu conhecimento (ou sequer sabem que seu conhecimento é necessário) em relatos de OVNI apropriados. Que os casos que eu descrevi tenham sido de fato solucionados é algo raro, quase um acidente - não é nenhuma surpresa, o cético pode justificadamente argumentar, que tantos outros permaneçam não resolvidos.

Todos os relatos estranhos (e obviamente espúrios) de OVNIs Kosmos-EW causando perseguições de aviões e ônibus, encontros com ufonautas, interferência em televisões, avistamentos por radar, tentativas de interceptação por aviões a jato, mensagens telepáticas (Bozhich relatou isso), mudanças de curso em zigue-zague e afins, reforçam os argumentos de céticos que descartam detalhes similares conectados com outros relatos de OVNI menos bem documentados. Quando um ufologista pergunta "Como esses aspectos do caso podem ser explicados?" os céticos podem responder "Eles não precisam ser explicados. Eles são apenas ruído aleatório, coincidências e enfeitamentos que não têm nada a ver com o estímulo original".

Mas eu não pretendo terminar este artigo em uma nota negativa. Afinal, a maioria dos relatos de testemunhas oculares mostraram ser substancialmente corretos e consistentes com o fenômeno real. Felizmente nestes casos houve relatos suficientes para que eles pudessem ser "normalizados" e aqueles desviantes puderam ser identificados e ignorados. Já que um estímulo amplamente documentado pôde ser conectado aos relatos, foi possível calibrá-los em uma situação peculiar no mundo das investigações e análises OVNI.

Portanto o grande OVNI russo-argentino de 14 de junho de 1980 certamente merece ser reconhecido como um "OVI clássico" e como um estudo de caso instrutivo em técnicas de pesquisa e análise de testemunhos.

***

James Oberg é um especialista espacial em Houston e palestrante e escritor em astronomia e ciência espacial.

Reações: 

Se você acredita em ets,vai gostar desse...


Abduções Alienígenas: Aspectos Históricos
por Michael Sturma, publicado em History Today em jan/2000

Michael Sturma descobre paralelos entre relatos contemporâneos de abduções por alienígenas e narrativas européias de cativeiro por índios e aborígenes na América e Austrália.

Em 1976 quatro estudantes foram a uma viagem de acampamento em uma área de selva do norte do Maine. Uma noite eles avistaram um curioso objeto luminoso no céu. Depois eles testemunharam um objeto oval com uma luz brilhante colorida pairando sobre eles. Eles experimentaram então um período de 'tempo perdido' em sua memória consciente. Foi apenas anos depois em sessões de hipnose que eles reviveram as traumáticas abduções alienígenas durante esse período 'perdido'. Eles relataram ser transportados a bordo de um OVNI, onde estranhas criaturas humanóides os examinaram.

Tais relatos têm uma longa história. Em várias ocasiões eles foram relatados como carruagens, escunas flutuando e visões religiosas. Na década de 1890 houve relatos difundidos no EUA de aeróstatos com forma de charutos. Avistamentos semelhantes emanaram da Inglaterra em 1909. Durante os anos trinta objetos chamados de 'voadores fantasma' foram vistos sobre a Suécia, e durante a Segunda Guerra Mundial relatos de objetos luminosos chamados de 'foo fighters' tornaram-se comuns. O termo 'pires voador' foi cunhado em 1947 para descrever estranhos objetos vistos por um piloto sobre o estado americano de Washington. Mais recentemente, o fenômeno OVNI foi dominado por estórias de abdução alienígena.

Embora as alegações de abdução alienígena sejam relativamente novas, histórias de contato com seres de outros mundos não são. Foram descritas visitas por anjos ao longo da história. Em muitas culturas há crenças em pessoas que são transportadas a outras dimensões e mitos de ascensão nos quais os humanos confrontam deuses nos céus. Até mesmo antes do fenômeno de abdução, alguns indivíduos alegaram entrar em contato com extraterrestres de mundos avançados. Por exemplo, George Adamski ficou famoso nos anos cinqüenta por suas histórias de conhecer os seres de Vênus e visitar o lado distante da Lua em sua espaçonave.

'Contatados' como Adamski diziam que viajaram pelo espaço à sua própria volição. 'Abduzidos', por outro lado, não t6em qualquer escolha em seus encontros com aliens. Abduzidos podem ser levados em áreas remotas ou simplesmente 'teletransportados' [beamed up] de seus próprios quartos. Os abdutores aliens assumem uma gama de formas e cores, mas são descritos tipicamente como baixos, cinzas, calvos e com grandes olhos negros. Freqüentemente memórias de abdução são extraídas através de regressão hipnótica.

O primeiro caso de abdução a receber ampla publicidade nos EUA envolveu um casal, Betty e Barney Hill, em 1961. Desde então, histórias de abdução alienígena proliferaram. O fenômeno ganhou proeminência adicional seguindo a publicação do relato pessoal de Whitley Strieber no best-seller Communion (1987). Enquanto os EUA têm sem dúvida a maioria dos relatos de abdução, seguidos pela América do Sul, o fenômeno na Bretanha data do meio dos anos 70. Alguns investigadores calculam que os casos por todo o mundo chegam aos milhões.

Há intensa discordância sobre se as experiências de abdução se relacionam com eventos físicos reais, interação psicológica, estados alterados de consciência ou simplesmente fantasia. Porém, elas podem ser comparadas a outros incidentes de transculturação onde os indivíduos se acham subitamente em ambientes estranhos. Em termos de estrutura de narrativa e imagens, histórias de abdução alienígena ecoam as narrativas de cativeiro do início da América. Richard Slotkin em seu livro Regeneration Through Violence: The Mythology of the American Frontier 1600-1860 (Harper Perennial, 1996), afirma que as narrativas de cativeiro são a primeira literatura mítica coerente da América. Começando com o relato imensamente popular de Mary Rowlandson da vida dela entre os índios americanos (1682), centenas de narrativas de cativeiro recontaram histórias de seqüestro por índios. Elas permaneceram um nicho de literatura popular no século dezenove. Narrativas de cativeiro se tornaram os materiais de contos e lendas populares. Neste gênero estão romances como O Último dos Moicanos (1829) de James Fenimore Cooper ou filmes como A Man Called Horse (1969).


Embora primariamente associadas com a América do Norte, outras fronteiras geraram suas próprias narrativas de cativeiro. Na Austrália, por exemplo, um dos cativeiros mais famosos seguiu um naufrágio do século dezenove na costa de Queensland. Uma sobrevivente, a senhora Eliza Fraser, viveu durante algum tempo entre os Aborígines. Ela foi representada popularmente como uma vítima vulnerável de selvagens cruéis. A história dela depois forneceu a inspiração para o romance de Patrick White A Fringe of Leaves (1976).

Em face disto, histórias de abdução alienígena podem parecer bastante diferentes de narrativas de cativeiro antigas. Alguns cativos de índios permaneceram perdidos durante vinte anos ou mais antes de voltar a sociedade européia, enquanto uma abdução alienígena típica dura só algumas horas. Por outro lado, algumas pessoas relatam experiências de abdução começando na infância e se estendendo por toda a vida.

Da mesma maneira que a abdução alienígena se tornou um tópico favorito dos tablóides, o tema de cativeiro forneceu assunto de thrillers populares e livros baratos. Narrativas modernas de abdução alien partilham muitas das qualidades sensacionais, melodramáticas e traumáticas de narrativas de cativeiro. Em ambos os casos os indivíduos são forçados contra sua vontade em um mundo estrangeiro no outro lado de sua fronteira cultural.

Em ambos os casos, geralmente se segue uma fase de mortificação. Tanto os cativos dos índios quanto abduzidos são freqüentemente despidos. Isto os despe das decorações externas de sua cultura e aumenta um senso de vulnerabilidade. Os cativos de índios, pelo menos nas narrativas, poderiam sofrer torturas selvagens. Estes tormentos físicos encontram seu análogo nos procedimentos quasi-médicos invasivos e humilhantes comumente informados por abduzidos. Em alguns casos eles são examinados por um dispositivo de olho gigantesco ou relatam serem sondados com instrumentos e tendo dispositivos de localização implantados em seus corpos.

Enquanto mulheres brancas vulneráveis freqüentemente figuraram como as vítimas de narrativas de cativeiro indígena, experiências reprodutivas e programas de reprodução híbrida figuram amplamente em relatos de abdução alien. Abduzidas freqüentemente informam a tomada ou implantação de óvulos em seus úteros, enquanto abduzidos podem ter amostras de esperma retiradas. Alguns abduzidos informam encontros sexuais com aliens.

Aqueles levados em narrativas de cativeiro e histórias de abdução freqüentemente expressam ambivalência para com seus captores, combinando medo e desejo. Os índiios foram freqüentemente representados como demônios endiabrados. Mary Rowlandson se referiu a eles como 'bestas selvagens', 'demônios' e 'cães do inferno'. Desde o princípio, entretanto, algumas narrativas admiraram e romantizaram os estilos de vida dos índios. De um modo semelhante as respostas de abduzidos variam do horror para o amor para com seus raptores. Enquanto alguns abduzidos representam aliens como dedicados à conquista da Terra, outros os vêem como oferecendo salvação da violência e destruição humanas.

Tanto o cativeiro inídgena quanto a abdução alien são freqüentemente associados com crescimento pessoal e espiritual. Nas primeiras narrativas de cativeiro da Nova Inglaterra o sofrimento poderia conduzir à redenção. Cativos enfrentaram tentações de assimilação, às vezes simbolizadas por matrimônio a um índio. Para os Puritanos, as provas do cativeiro freqüentemente iniciavam um renascimento figurativo e têm uma dimensão claramente religiosa. Mary Rowlandson intitulou seu relato de cativeiro The Sovereignty and Goodness of God [A Soberania e a Bondade de Deus]. Abduzidos freqüentemente também falam de uma transformação profunda, variando de poderes curativos a insight espiritual, e uma consciência nova do potencial de humanos para a destruição.


Entre aqueles mantidos cativos pelos índios, dizia-se que muitos tinham sofrido um processo de 'Indianização'. Eles não só se adaptaram a um estilo de vida índio, mas se recusaram a se reintegrar à sociedade branca. Similarmente, abduzidos sentem freqüentemente uma mudança de identidade. Alguns se identificam tão fortemente com aqueles os levando que chegam a acreditar que eles são eles mesmos em parte 'aliens'. Muito da popularidade das primeiras narrativas de cativeiro pode ser atribuído às ansiedades contemporâneas. Estas incluíram o isolamento da selva, e a identidade de europeus no Novo Mundo. O fenômeno OVNI é explicado freqüentemente em termos de medos da era nuclear e da Guerra Fria. Os primeiros avistamentos de discos voadores coincidiram com o desenvolvimento de armas atômicas e tensões crescentes entre o União Soviética e o Oeste.

Para ministros Puritanos como Cotton Mather, narrativas de cativeiro eram uma advertência ao crente do que poderia acontecer ao negligente. Cativeiro índio se torna uma forma de castigo divino. A experiência relatada de abduzidos, por outro lado, freqüentemente é relacionada especificamente a advertências sobre a ecologia da Terra. De acordo com muitos abduzidos, aliens advertem que a menos que as pessoas mudem suas atitudes o planeta pode enfrentar sérias conseqüências. Muitos abduzidos se tornam fortes ecologistas. Nós podemos traçar um paralelo aqui com a narrativa de cativeiro no filme de Kevin Costner Dança Com Lobos (1990), com sua ênfase na harmonia de americanos nativos com a natureza. Como é freqüentemente o caso, os índios no filme simbolizam um estilo de vida 'nova era'.

Em um caso relatada no livro do psiquiatra de Harvard John Mack Abduction: Human Encounters with Aliens (1994), um abduzido alega que as experiências ocorreram em chão sagrado nativo-americano. Os estados de transe descritos por abduzidos ecoam aqueles de xamanismo indígena. O poder mítico antes associado com a fronteira Oeste foi largamente deslocado na consciência contemporânea para o espaço exterior.

***

Michael Sturma é Conferencista Sênior em História na Universidade de Murdoch, Perth, Austrália Ocidental.

Reações: 

Aqui vai outro jogo muito bom...


Para você que ja teve um bixinho virtual e cuidou dele com todo amor e carinho até ele morrer ou acabar a bateria,quer reviver aqueles tempos??? Que tal o emogotchi???é uma versão do tamagotchi,só que desta vez você alimenta o seu emo,bate nele e faz as atrocidades até ele evoluir ou morrer,olha vou falar a verdade não tem mais oque inventar ou fazer de suas vidas XD


Ana falando: O Emogotchi é a cara do Hell.

Reações: 

Vamos falar de Games


Aqui estou chegando mais uma vez para passar jogos que eu gostei,tem um aqui que eu achei muito legal Bowman é um jogo em que o unico objetivo é MATAR o adversario atirando uma flexa na cabeça do lazarento XD Divirtão-se e boa sorte

Reações: 

A Grande Descoberta


Seguinte, cambada, hoje o Hell descobriu algo que pode mudar a vida de todo mundo:

Sabe o R.R. Soares, né? "Estou seguindo, a Jesus Cristo..."
Então...

Você sabe o que significa o "R.R."? Até agora, eu também não sabia. Até que o Hell, em um momento de lucidez, descobre que...

R.R. Soares significa River Raid Soares! Bravo, Hell! Vai ganhar um Nobel por isso!

"Só pode ser isso" - Frase conclusiva do Hell.

Isso mudou completamente a minha vida, e provavelmente mudou a sua vida também...

Reações: 

Vamos falar de musica =D


Bem,todos estão cansados de saber que o pais em crise e a popularização do J-rock para o Brasil tem trazido varios problemas para nós j-rockers,visual kei etc...
Um deles é a..."digievolução" de emos para vk,virando um visual emo,não muda ele sempre sera emo,a unica diferença é que ele é poser,isso as veses me deixa puto da cara,dependendo da pessoa,bem mas vamos deixar de lado os emos e falar sobre bandas que estão desonrrando o seu pais.
É um certo preconceito assim digamos,bandas que saem do Japão para tocar em outro pais perdem o respeito no Japão,eu até acho isso certo,por que bandas virando modinha é o cumulo,um dia você tem uma banda que você gosta,no outro posers ficam comentando sobre elas sendo que não sabem nada delas,um exemplo classico An cafe,eles vão fazer show aqui no Brasil,nossa lindo expetacular,mas ele perdeu o respeito,os fãs Japoneses devem estar chingando eles pra caramba xD eu mesmo parei de gostar ao escutar pirralhos dizendo "nossa a bou é uma gostosa" RAPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA O BOU É HOMI MEU HOMIIII,pior de tudo é dizer "eu vou no show do an cafe só pra ver a bou" MEUUUU O BOU NÃO ESTA MAIS NA BANDA MEUUUUUU PARA COM ISSO SUA VADIAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA.
Positivo pensamento positivo,An cafe,Miyavi,Lmc e tudo essas po$#@$rra que vem pro Brasil,estão perdendo o meu respeito,isso não é Visual kei u.u.
Ta certo que o meu respeito não vale quase nada,mas bandas que tem o meu respeito,tem a minha fidelidade assim digamos,tipo eu sigo a cultura japonesa e tradição,japoneses não gostam de divulgar suas bandas pois eles acham melhor "não abrir mão doque é nosso por direito",assim sendo nada de bandas japonesas pra fora do nosso pais.
Mas esta certo mesmo,pense se não fosse a divulgação das coisas,não se escutaria falar em "emo" no Brasil,nem from uk oque eu acho ridiculo from uk o proprio nome ja diz vindo do reiuno unido,algo do tipo,então,não existe from uk no Brasil,deveria ser um from br,J-rocker,ta certo que eu me considero um j-rocker por gostar de visual kei e musicas do genero,mas j-rocker é o mesmo que,rockeiro japones,no Brasil seria B-jocker XD
Então...esse negocio de divulgar oque é nosso,é besteira,tem mais é que descobrir por si proprio,não podemos esperar a midia divulgar as coisas,de forma "emo",entendeu BoNéKiNhA dI PoRxElAnAaAaAaAaAaAaAh!!!
Repulsivo u.u
Bem é isso,gosto,gosto num gosto,vai fazer oque???vai processar???xD

Reações: 

Um post para descarregar...


Bem ao escrever esse post,eu estava meio...triste,claro no futuro irei lembrar e dizer,isso passou,mas eu quanto estou vivendo isso,vou escrever...bem coisas ruins acontecem,mas não se pode ficar caido,eu não fico triste só fico menos alegre XD
Bem brigar é normal,ainda mais se for por amor,é complicado amar meus amigos,bem então se isso lhes conforta,não desista do amor e sim da sua vida HAUAHUAHUAHUAHAHAU Ta parei,em todo caso MIAUUU a vida continua AI NORRA!!!Bem nem sei por que estou postando isso,mas blog é como um diario,você posta oque pensa,sabe...um dia eu acreditei em amor e até hoje só tomei no $% no $%%%%%.
Bem mesmo assim eu tive a cara de pau de continuar amigo de todos os que me fo$#@deram no amor,afinal somos todos humanos,e devemos nos respeitar em uma coletividade,alguns leitores vão se comover,outros vão me chingar, no caso da ana ela vai rir HAUAHUAUAHUA
Mas por um momento de tudo isso,pensei em desistir de minha vida,que deus me perdoe por ter dito isso,eu não sei por que pensei isso,mas não tirei e sabe por que???por que existe algo alem da tristesa,esse algo se chama futuro,é oque faz o mundo continuar existindo,bem um momento emo para um otaku meio visual kei não é tão mal XD
Bem estou triste hoje e nem chorei ainda,isso ja é uma vitoria,ou não.Mas em todo caso OKKUNSENMAN A VIDA CONTINUA RAPA,VAMO QUE VAMO,Essa semana arranjo um emprego *Vivaaaaa* se isso acontecer vou pagar um curso de mangá e um de photo shop e vou desenhar mikaru de verdade até la,esperem por mim seus bundeiros.
Bem agora vamos a noticias felizes,segundo a ana vamos tirar um dia para ensaiar a nossa apresentação do hana matsuri *hana matsuri é um festival japones aqui de curitiba no qual tem comidas tipicas cosplays animes etc* é quase um anime friends mas é mais póbrê eu disse PÓ BRÊ,bem eu farei cosplay de Byakuya e a Ana de Vash,então aguardem os videos de nossa apresentação MIAUUUU!!!
Isso não é tudo,o take the blue pill acabou mas os meus videos não AEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE,em breve vai ser lançado o You never find,é estilo poderoso chefão acreditem,em breve terei o trailler em mãos,bem é isso,ja estou me sentindo melhor até =D pra comemorar minha melhora ao final deste post,gil brother diz: LEITE DE LEITOA,TOMA FILHO DA PU$#@$#TA.
Meu ultimo video e o melhor ahuahauahuauahua You never Find


bem é isso até mais cambadaaaaaaaaaaaaaaa \o/

Reações: 

Vamos falar de coisas kawais


Bem eu achei um jogo que eu digamos assim,me apaixonei por ele,pelos graficos kawai e pela jogabilidade,é bom para passar o tempo seu otaku desocupado xD
Joguinho kawai

Reações: 

Vamos falar de J-rock,animes e games [parte 2]



AGORA SIMMMMMMMMMMMMMM!!!!
AEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE CAMBADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA HAHAHAHA RA DAAAAAAAA!!!!
Hoje eu vim aqui para postar!!! MIAUUUU!!!

Fan de Mikaru sobre o post: postar Mikaru???
Nerd sobre o post:Claro que não ele vai postar algo do Star wars
Emo sobre o post: ClArU qUi NaUm ElI vAi PosTaH aLgU dU FoxIiIiIiIixxx!!!
Ana sobre o post: La vem bomba
Ster sobre o post: aiiii norra eu gostu!!! miau miau MIAU miau.

Bem sem mais demoras vamos ao oque enteressa ANIMES \O/,bem ultimamente não tenho achado nem um anime bom que me chame a atenção,vamos falar sobre Bleach,cá entre nós Bleach um dia foi melhor u.u admita,ao ver posers de Bleach gritando Bankai,me dói o coração ver eles dizendo que "Iukioria" segundo eles escrevem ¬¬ é o mais legal o melhor,vou dizer aquele emo "num guenta dé minuto di porrada cumigo" gil brother sobre "Ulquiorra".
Vou ser sincero é sempre a mesma merda,L death note,Ulquiorra Bleach,Sasuke Naruto,Os preferidos da garotada,"ISSO ME DEIXA TOTALMENTE FORA DE CONTROLEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE" Alemão doido sobre os posers de otaku,alias otaku de verdade não se considera otaku ja que o termo otaku primeiramente deve ser usado para fanatico por algo,então seria errado dizer que um poser é otaku,sendo que ele é apenas fanatico por modinhas,não é verdade???MIAUUU!!!!!!
Bem então hora das cartinhas dos nossos fans.

Querido Helton meu nome é tib...digo digo Nicholas,eu tenho 16 anos eu acho,queria saber quando que o zine da Mikaru volta a ser desenhado,estou sentindo saudade de ver ela,espero que leia a minha cartinha obrigado,o blog esta 10.

Ola Nicholas,que bom que nos escreveu,ficamos muito felizes em ler cartinhas de fans,sempre que possivel respondemos,então não temos uma data definida para quando Mikaru volta a ser desenhado,infelizmente o blog anda meio parado,então não sabemos quando Mikaru volta ao ar,mas creio que em breve la por semana que vem ja teremos mais historinhas =3

Oieeeeeeee pessoal da no~reason,tudo bem?meu nome é Stephany eloise eu tenho 14 anos,e gostaria de saber se vocês podem postar uma materia falando de hentai,oque acham???os 10 melhores hentais,uiii adoro abraço e um beijo na bunda do Helton amuuu eliii norra MIAU!!!

Ola Stephany você por aqui...-.-' bem como esse blog é um blog de familia e muitas crianças acompanham ele,creio que não poderemos postar hentais *ainda* mas quem sabe uma materia falando sobre perverção???abraço Stephany =3

E agora para finalizar vamos cantar uma musica a musica tema de Mikaru,ARE YOU READY???
VAMOS LA

Mi mi mikaru no history mi mi mikaru no history BOOMMMMMMMM
Everybody put your hands in the air a get now a get flow ow break downnnn
a get links a get rings o money rounddddd,その後、 1日のベッドがwoke 、 mikaruおいて、その日を描いた一sufite巻き込ま HEYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY Mikaru no history.
É isso ai acabou fui *puff*



Reações: 

Take the blue pill, take the red pill

Seguinte, cambada: como todos nós sabemos, o Hell produz vídeos aleatórios e engraçados. Entre esses vídeos aleatórios, está a série Take the Blue Pill, Take the Red Pill, uma compilação de cinco episódios repletos de coisas aleatórias e incrivelmente engraçadas.

Você pode assistir do TTBP 1 ao 5 no canal do YouToba (eu disse: YouTOBA) do Hell.

Aliás, isso aqui vai virar uma série de posts, só pra avisar.

Reações: 

Vamos falar de Game/Anime/J-rock


É Isso mesmo não foi ele,fui eu,o demonio MUhahahahaha filho da %$#@% vai tomar no $%!!!
ARGHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!PEGASUS RYU SEI KENNNNNN!!!!
Aqui começa mais um post sem noção das terriveis aventurietas del Helton-sempai.
Bem após a apelação de nossa amada Ana,resolvi criar um post para dizer oque penso então la vai....((((cri cri cri))).
As veses me esqueço que não penso '-'
Bem deixando isso de lado vamos falar e Games/Anime/J-rock
Oque Games,anime e j-rock tem em comum???
TUDO!!!!MIAUUUU!!!
Veja um exemplo classico Rock Man (((Para o console super-nes))) Rock Man com graficos de anime,musicas de j-rock e é um jogo.Ta e dai???
Olha tambem não sei,mas ja deu para encher a pagina,vamos mudar de assunto e vamoes ao oque interessa,Mikaru No History,você se pergunta "E onde estara Mikaru neste momento?"
Bem digamos que dei um tempo ha mikaru para "viver" um pouco,bem não deu certo xD
Então voltei a Mikaru,mas como ideias acabam sendo algo exaustivo,Mikaru não passou da primeira pagina,e acabei pegando essa pagina e tacando fogo,só de raiva.
Na verdade eu queria dar um tiro na folha,mas não quiseram me vender armas de fogo,pois apesar de ter 18 anos,tenho cara de ser um pirralho,mas voltando ao assunto Mikaru,não saiu e cabô,mas andei desenhando umas coisas randons bem bonitas =D Irei postar no final deste post,MmmQuer saber acabei tambem Fui *puff*

Reações: 

E agora crianças horas dos desenhos...ÊHHHH DESENHOOO!!!


Embora muitos toku fãn,otakus nerds em geral e desocupados,vaguem por este blog em busca de algo para perder o tempo precioso de sua vida lendo,vim aqui para falar sobre desenho,sim desenhos animados,embora a grande maioria de desenhos animados atualmente na televisão sejam exclusivamente para "crianças" vejo alguns desenhos com futuro no meu conceito "Helton" de qualidade,bem vamos citar nomes de desenhos legais,eu sei que é meio modinha citar isso mas...Billy e Mandy me faz rir,um roteiro "diferente" oque não fala sobre garotas colegiais e patricinhas como a grande maioria,Billy e Mandy conta uma história meio "obscura",e sem contar que é humor do começo ao fim,bem como podem ver eu adoro As terriveis aventuras de billy e Mandy,eu como escritor,não deveria postar minha opinião toda hora,pois isso pode não agradar todo os leitores,mas enfim é isso ai.
Outro desenho bom tambem é Meu amigo da escola é um macaco,vou resumir a historia com uma musica "estudava em uma escola onde tudo era normal,por causa do meu nome meu amigo é um animal,meu amigo da escola é um macaco caco caco caco" isso resume bem '-',oque vocês estão rindo??? não vejo graça nem uma nisso.Okay mudando de assunto...Billy e Mandy é legal cabô.

Reações: 

Neologismos


Era uma vez, em uma conversa de MSN entre Hell e Ana...












O pior é que o Hell tem razão.

Reações: 

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH EU ESTOU TOTALMENTE FORA DE CONTROLEEEEEEEEE


ahauahuahuauauhua Isso mesmo aqui vai uns videos para pessoas que estou assim como eu FORA DE CONTROLEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE uns videos para passar a euforia hauahuahauhuaahua divirtam-se cambada
alemão doido
Long cat the movie

Wryyyyyyyyyy
Bonde do Gozo
E pra finalizar Okkusenman legendado em português acho que essa é a pior versão dessa musica /fato

Reações: 

Bomba do Ano: River Raid é lançado para Atari 2600

É isso mesmo: River Raid foi lançado para o bem-sucedido Atari 2600.

Parece que este ano de 1982 promete excelentes jogos eletrônicos - River Raid, Pole Position, Choplifter, Xevious e Pitfall!. 1982 também parece ser um excelente ano para a Activision, atual "dona" do Atari e criadora de River Raid e Pitfall!.

River Raid é um game que revoluciona os jogos de tiro: o jogador (ou 2 jogadores, em turnos alternados) controla um avião que sobrevoa um rio. Este avião, por sua vez, move-se verticalmente ao longo do rio, repleto de navios, helicópteros e aviões inimigos, com um nível progressivo de dificuldade. Inclusive, a velocidade do avião é controlada pelo jogador. Outra inovação notável de River Raid é a introdução de um tanque de combustível limitado, que obriga o jogador a reabastecer o avião nos postos espalhados pelo rio.

O jogo é muito bom! Com gráficos excelentes, ótimo controle e, acima de tudo revolucionário, tem tudo para ser um game bem-sucedido. Eu recomendo!

Para os curiosos, aqui está uma imagem de River Raid:


Este é o cartucho do jogo. Pode ser facilmente encontrado em qualquer loja.









E, principalmente, uma imagem de uma das fases do jogo. Excelente!











Só pra descontrair um pouco, pô.

Reações: